quarta-feira, 17 de março de 2010

Dias 21-A Inspiração a poucos minutos de casa(14/03/10)





Confesso que andava sem inspiração para escrever naquele tempo, o trabalho as novas amizades e toda a filosofia de Nietzsche consumiam o meu tempo com toda a voracidade possível, havia a vontade de se expressar, mas não a real vontade que me move a inspiração.
Eu queria ter ficado em sua casa ate tarde, ate o silencio fazer parte das nossas conversas, todas elas cheias de saudades e nostalgias. Eu achava engraçado toda à vez que Ela sentia vontade de espirrar, pois estava muito gripada, mas mesmo assim me recebeu para um abraço de aniversario, fazia 21 naquele dia, eu suava frio e meu coração disparava toda a vez que ela me chamava de amor, fingia câimbras nos pés a fim de me refugiar dos pensamentos que quase me levavam as lagrimas ao olhar teus olhos tão de perto e esse doce platonismo me levava a crer que Ela me admirava muito, isso me servia de conforto. Mas ate quando há de se agüentar sentimentos tão sinceros? Acabei dizendo a Ela uma de minhas máximas-“O fato de não sermos imortais me machuca”-Ela solenemente me olhou como se temesse também o tempo, afinal quem não o teme? Eu tentava descobrir o que se passava em sua cabeça, pois temia ter dito algo impensado, se ela descobrisse o que eu realmente gostaria de dizer naquele instante, isso certamente desarmaria em mim qualquer verdade ensaiada.Aconteceu que seu filho acordou com o barulho da nossa conversa, tirando-me da forca que eu mesmo forjara. O conforto voltou aos meus ombros.
Andei algumas quadras ate conseguir um ônibus pra casa, um joinster Gaarder foi meu presente a Ela, e o livro se chamava “A Garota das Laranjas”, nunca o li, mas posso adivinhar que é um belo titulo, quando cheguei em casa percebi que a  minha inspiração ficava a alguns minutos dali, então abraçado pela solidão a desejei nos meus sonhos, a desejei pra mim.

15/03/10 15:40


Um comentário:

Sandra Botelho disse...

Porque esse amor tão lindo tem que ser platonico?
Porque não vive-lo?
Lindo teu post.
Amie teu jeito delicado e inteligente de escrever.
Bjos no coração!

Ocorreu um erro neste gadget