domingo, 27 de março de 2011

São só horas

Fecha os teus olhos.

Pode ser que ainda estejamos perto de algo concreto. Mas o meu interior já sabe que são só ilusões. Temo perder os textos que escrevia na infância e a inocência de que as coisas eram eternas, eram duradouras geram saudades imensas de voltar para casa.

São só horas.

Sua imagem se perde em um monte de janelas.
Eu não entendo mais aonde foi todas as vontades me sinto só e permaneço em silêncio mais uma vez. 

Na cidade cinza deixei algumas memórias recentes. De algumas horas. 
Flashs...luzes...vozes...risos...as vezes duvido da fidelidade das minhas razões por que elas me assombram. 

Então o que resta é escrever.

Foto por.: Walteer Henri:
http://www.flickr.com/photos/walteer

Local: Studio RED:
http://www.myspace.com/redprodutora


Um comentário:

Beel Viana. ♫ disse...

Quando se abre espaço pra dúvidas e insegurança, se perde o espaço pro amor.


o que nos resta agora eh escrever.

Ocorreu um erro neste gadget