segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A sina

“Frustrante que a ética brasileira resuma-se no ‘jeitinho brasileiro’, querer levar tudo na barriga e aos tropeços, são cada vez mais freqüentes e atuantes e ditas lá fora como um modo de levar a vida”. É ate corriqueiro, mas, aqui quem não visa o próprio bem estar é tolo e se passa por ignorante, coisas que a sociedade aponta com seus dedos julgando mesmo sem saber por que nem por onde, tudo por que um dos grandes perdeu alguns milhões e deu com a língua nos dentes.
Pensadores gritam em campo aberto alarmando há séculos que a sina dos homens é o - Mais e mais-, ou seja, tudo esta previsto, então sabemos que não somos por um todo de natureza verdadeira e tememos expressar nosso rancor e duvida por receio de um apedrejamento moral.
Por isso nos acomodamos e continuamos a usar de nosso jeitinho brasileiro, empurrando para depois nossas opiniões e reais deveres. “O dever de sermos cada vez mais conscientes e prestativos, com nossa cultura e sociedade”.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget