sexta-feira, 21 de maio de 2010

Nus diante de nossa criadas verdades
Sem segredos e sem mascaras,
Shakespeare mostrou-me algo que não tinha visto
Somos amigos e amantes.
É fato que a ilusão do amor não resiste a sinceridade de um amigo
Por isso sofremos tanto.
Hora por amor,hora por ódio
Deixar livre o que não queremos que vá embora é impossível
Até compreendermos que de nada vale o esforço da prisão

Ciúmes... /insegurança
Conflitos... /falta da certeza
Amor... /tudo que é insano
Tesão... /é só carne
Ódio... /tudo que é puro

E no fim descubro que estar junto do objeto de desejo nos causa a estranha sensação de satisfação.

Rani.

2 comentários:

★David Rangel★ disse...

Divinas palavras Rê! Quando crescer quero ser como vc!
rs

Ragh[Ness))) - the Human [Abstract] disse...

mto bom blog David
saudades cara
por onde você anda
add
ae, e meu blog tb

http://raghreflexions.blogspot.com

abraço

Ocorreu um erro neste gadget