domingo, 15 de agosto de 2010

Sem ver as horas.

As cinco e meia da minha minha rotina começa, onibus lotado logo cedo pra ir pra faculdade sonhos presos na garganta imagino meus acordes conquistando corações, claro que solidão sempre me da as maõs mas ja me sinto confortavel em pensar que pelo menos algo nesse mundo eu estou conseguindo imortalizar. Sinto saudades das epocas dos flertes do ensino medio, onde tudo parecia uma grande brincadeira surreal, as garotas agora são cada vez mais graciosas, (hehehe), e levam os meus olhares aonde passam. Um pouco mais barbado e com um sorriso amarelo na cara eu vivo com intensidade cada instante dessa existencia. Da facul vou pro trabalho, as 22h eu saiu, por volta das 00H eu chego, sempre correndo,sem ver as horas.

Um comentário:

Sandra Botelho disse...

|Mas não permita que a correria do dia a dia, embote esse sorriso, que tenho certeza deve ser maravilhosos.
Bjos achocolatados

Ocorreu um erro neste gadget