sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Vigiando





Chega a madrugada e eu vigio meus contatos esperando por você, o frio e a noite são ótimos parceiros para a solidão. Na minha cabeça sei que devo acordar cedo para curso de publicidade, mas outra parte de mim sabe que a qualquer instante você vai aparecer entre os meus contatos. Sem jeito tento puxar um papo, com milhões de temores, tento marcar um almoço, mas você foge, e lá se vão meus cinco minutos com você.
A internet aproxima mas ao mesmo tempo isola o individuo, cria-se uma bolha, onde somos tudo o que almejamos, sejam la heróis ou vilões.
Só se ouve os ecos do teclado do computador na sala, a Tv no mudo, só mostra ilusões que achamos que um dia viveremos. 
E eu te vigio.A espero, talvez eu sinta que exista uma salvação pra mim no teu colo. Utopia.
 É fato, cada hora que passa eu tenho mais certeza que ninguém consegue ficar só.

E lá se vão as horas. 

Elas sempre correm em uma velocidade inusitada, quando queremos que passe depressa ela demora, quando queremos que passe devagar ela voa.

Eu vigiei pra ter cinco minutos com você.





Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget