segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Em Bytes

"Se perca em um monte de bytes sorria"


Navega por varias abas, com dezenas de mentes e corações dispostos a expressar as coisas que sentem, curva-se perante a insegurança de não querer estar só. Não se acostuma que a solidão é a unica coisa que ira acompanhar os seus passos, e cada ano que passa só piora a situação, e doses e doses de realidade só frustram.


São quilômetros de solidão...os anos viram mas o que muda mesmo é somente o calendário. A rotina é a mesma. Fica até parecendo um personagem do George Orwew em "Revolução dos Bichos". Trabalhar mais e mais.



E tempo é o que não temos,

Sorte só convém aos triviais,

E o desejo de querer mais.

Só nos torna cada vez mais inimigos da razão.

Temos chances?

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget