quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"Do silêncio que sucede o barulho dos amplificadores"

"...Tudo é pó tudo é nada..."Rangel-Ubber

Chão revestido de madeira, fios e fios entrelaçados no case, adesivos, histórias e lembranças de lugares com cheiro de cerveja e vozes alteradas dizendo qualquer coisa. Ouvir o som distorcido da guitarra ,dizendo coisas próprias, equivocadas, mas minhas, são sempre coisas minhas, odeio copias.

É nostálgico, eu sei, mas  é saudade de fazer isso, fazer barulho.

Essas breves panes dos fins de ano, as horas escorrem pelos dedos, os relógios murcham nas paredes e as fotos ficam passadas, imortalizam instantes e cores, mesmo sendo em preto e branco.

É foda crescer e deixar uns sonhos de lado. Mas crescer é isso né? Ainda bem que ela chegou para dar uma força.





Latest tracks by ubberrock

Um comentário:

Tábata Borges disse...

Eu pensei que a gente crescia pra realizar nossos sonhos, não para mata-los .

Que pena. Você disse que era só por pouco tempo ...

Mas estou aqui .

Ocorreu um erro neste gadget