domingo, 27 de dezembro de 2009

Ficar a mercê do tempo, é o maior castigo que nos é dado.



A deriva, é como estamos no grande barco que é a vida, só podemos prever o tempo, apenas, mas tudo isso não passa de meras insinuações. A consciência que nos torna tão importante como espécie, também é o nosso maior algoz, que sempre esta a nos dizer-Ei em breve partiremos daqui!-daí o desespero dar-se conta que a vida é bem breve e facilmente resumida, Nascer, crescer, trabalhar, amar, reproduzir e em fim morrer. Nossa consciência criou Deus ou Ele criou nossa consciência? Essa questão jamais nos deixa.

O fato de não sabermos se teremos tempo pra viver tudo àquilo que pensamos, serve de combustível pra muita gente, mas também serve como freio, mostrando a pessoas que as coisas são só coisas, sensações são apenas sensações e felicidade é só um instante.O tempo é caprichoso, dita as regras,brinca com todos e não exclui a ninguém, o tempo mostra verdades, não somos nada além de consciência.

Um comentário:

Sady disse...

Olá, ótimo texto! Gostei da abordagem, temos um artigo atualizado no meu blog, está convidado a conferir. Obrigada pelo comentário!

Ocorreu um erro neste gadget