sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

"Teatro das Sombras".



São anos de fúria esses
Em que se luta como um herói pelos seus ideais,
Mas como sempre,
Aquele chama que os jovens possuem se esvai,
E os heróis perecem anônimos.

Tudo é acostumável.
Mas ate quando devemos tentar ser heróis?
Isso ninguém diz.
Apenas dizem, jamais! Mas mentem.

O tempo dita as verdades
Somos só consciência e é só.
Só um punhado de pensamento
Com dozes de vontade.
Mas a razão destrói os sonhos
E os heróis viram fantasias.
Permanece o teatro das sombras.


David Rangel
22h26. 16/01/10

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget