segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

"O Velho Miniramp"



"Agora tocado apenas pela luz do sol, a velha rampa continua a sua existência. Antes, as rodas do meu skate lhe faziam companhia e o barulho dos rolamentos soava como uma melodia urbana, repletas de gotas de suor, que recaiam como uma benção sobre as curvas daquele santuário.

É uma pena crescer e ter de abandonar planos e promessas, sendo julgado e por comuns e admirado por outros. As boas sensações do vento no rosto e manobras feitas por puro reflexo, jamais deixaram os meus pensamentos."

Skate or Die!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget