sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Amasso

" Deixo tudo assim, não me importo em ver" - O Velho e o Moço- Los Hermanos

Deitada na grama seus olhos refletem o céu, ela não se importa com as pessoas que passam em nossa volta muito menos com o barulho de cidade e seus diversos motores.

Amassa a grama que amassa sua pele e eu amasso ambas, me perco em curvas e planos e ela se perde nos meus óculos escuros, desenho seu rosto com meus dedos e ela treme, odeia o frio das minhas mãos com toda a sorte do mundo, mas eu continuo por que, gosto de provocá-la, as horas dançam e nos obrigam a seguir nossos próprios rumos, volto para a seriedade dos textos e ela pro conforto do seu quarto.

2 comentários:

Tábata Borges disse...

De volta pro conforto do seu 'charto' que é mistura de chato com quarto, numa pitada de mentira e realidade [...]

De volta pro conforto do seu quarto, ela chora . Chora porque independente da distância ser longa ou curta, como diria sua irmã: toda partida é triste .

Tábata Borges disse...

É apenas uma teoria de solidão, que nunca acaba .

Ocorreu um erro neste gadget